terça-feira, 22 de novembro de 2016

when we've done all that we could to turn darkness into light, turn evil to good




"Por ora, subsistem a fé, a esperança e o amor - as três.
Porém, a maior delas é o amor." 

1 Coríntios, 13

Por ora subsistem a fé, a esperança e a caridade - as três. Porém, a maior delas é a caridade.
1 Coríntios 13:
Por ora subsistem a fé, a esperança e a caridade - as três. Porém, a maior delas é a caridade.
1 Coríntios 13:13
Por ora subsistem a fé, a esperança e a caridade - as três. Porém, a maior delas é a caridade.
1 Coríntios 13:13

RAÇA (DES)HUMANA - STOP IT NOW!!!



*aviso: este vídeo contém imagens chocantes.  é mesmo muito forte. faz-nos ter vergonha de pertencer a esta raça, a raça humana, que de humana nada tem... isto não é um murro no estômago, isto é um meteorito em cheio no coração.

DN: Eu também fui feliz no 266 da Av. da Liberdade

Na passada sexta-feira, o nº 266 da Av. da Liberdade deixou de ser o DN. O edifício que marca indubitavelmente a paisagem da cidade vai passar a acolher mais um hotel (acho eu…) 

hoje fui à aldeia, falar das mudanças na cidade

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

passeios de outono




my granola

aveia
amêndoas
avelãs
pistácios
sementes de abóbora, de girassol, de linhaça e de chia
coco ralado
pepitas de chocolate
mel & canela

i'll take the pain, give me the truth


segunda-feira, 7 de novembro de 2016

cenas da maternidade

o manel tem o seu primeiro dente a abanar. e é, precisamente, o primeiro dente que lhe nasceu.

e é isto a maternidade (isto e limpar rabos): um com os dentes a cair e outra com os dentes a nascer.

domingo, 30 de outubro de 2016

cenas da maternidade

ficar em casa sozinha para poder trabalhar... estar constantemente com a sensação de que alguém está a chamar, ou a precisar de algo, ou a dormir e de repente vai acordar a chorar...

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

João Lobo Antunes

a minha profissão deu-me a oportunidade de me cruzar com ele inúmeras vezes, ouvi-lo falar em conferências várias sobre técnica, ética, cultura, emoções, observá-lo de perto, quando paradoxalmente se destacava numa rara cumplicidade interpares.

ontem chorei a morte do professor João Lobo Antunes.

tal como chorei a do médico que operou a minha mãe quando um sarcoma resolveu aparecer.

não era conhecido como o Lobo Antunes, nem tão-pouco era um Deus, pelo contrário, era o médico mais humano que já conheci. marcou-me de uma forma que não sei explicar por palavras...

acredito que a importância de pessoas assim, como o professor Lobo Antunes, advém da "gratidão". gratidão por parte de uma "multidão", como nos diz o MEC que, em grande parte, é composta por pessoas que lhe devem a vida. e isso é tudo.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

para ir a esta aldeia, nunca apanho trânsito.