quinta-feira, 12 de abril de 2007

Sr. guarda o que é que eu fiz?!..



O nosso primeiro-ministro decidiu vir a público dar explicações sobre a polémica da sua licenciatura:


(..)

O primeiro-ministro começou por justificar a razão pela qual só decidiu agora falar sobre o caso, explicando que preferiu que terminasse a inspecção realizada na Universidade Independente, instaurada pelo Ministério do Ensino Superior na sequência da luta de poder que rebentou naquela instituição no fim de Fevereiro.

(..)

O chefe do Governo começou depois a indicar todas as suas habilitações, revelando documentos relativos à conclusão do bacharelato em Coimbra, às cadeiras que frequentou no curso do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL), à licenciatura na Universidade Independente (UnI) e a um MBA no ISCTE.Na sequência dessa exposição, questionado por quatro vezes sobre as razões que o levaram a transferir-se do ISEL para a UnI, José Sócrates apresentou três razões: o ISEL dava equivalência a uma licenciatura enquanto o curso da Independente era uma licenciatura; a Independente “era perto do ISEL”; e a Independente “apostava no regime pós-laboral”.O curso que José Sócrates frequentou no ISEL tinha, também, um regime pós-laboral. A licenciatura na UnI ia então apenas no segundo ano, não possuindo ainda prestígio.

(...)

Relativamente ao certificado de habilitações do ISEL, entregue após 8 de Julho de 1996, quando Sócrates já estaria a terminar o seu ano lectivo na UnI, o primeiro-ministro admitiu que o reitor aceitou a sua candidatura presumindo “a sua boa fé” e alegou que o atraso foi da responsabilidade do ISEL.

(..)

Perguntado depois sobre a Biografia dos Deputados, em que aparece como “engenheiro civil”, Sócrates disse existirem dois documentos que estiveram na origem desse livro. Mas sublinhou: “Não me lembro disso. Foi há 14 anos.”


in Publico 12.04.07


"Oh pá eu não me lembro... já foi há tanto tempo!"... pois sim! Buuuuhhh

Eu sinceramente acho que nem é a questão do senhor ser engenheiro ou não, pois isso não interfere com as suas capacidades (ou não) de gerir um país... o que me envergonha é a falta de sinceridade e credibilidade envolta nesta questão.



Então, o que é que vocês acham de tudo isto?! :)

7 comentários:

macaca grava-por-cima disse...

O conteúdo até pode ser verdadeiro, mas a forma como diz soa a falso, pah!

macacãozão disse...

O que eu acho é que, politicos, é tudo a mesma (posso dizer asneiras no vosso blog, não posso?) MERDA!!!!!
São todos iguais, mentem com quantos dentes têm! E que tal referendar o sócrates??? já pareço um amigo meu a falar!! :-)))) beijos

macaca grava-por-cima disse...

estas montagens fotográficas estão cada vez mais aprimoradas!!!

macaca bzana disse...

Claro que podes dizer asneiras!!! O nosso blog é uma selva! :D

Macaca disse...

Eu acho que sao todos "uns gatunos, uns chupistas, uns ladrões!!!"

Rita Lopes disse...

VAI SÓCRATES!!!DÁ-LHE DE FORÇA!!!!!!!!!
ÉS O MÁIOR!!!!

Sandra disse...

Mais valia ter estado calado... para dar este tipo de explicações que só o intalaram mais!!!!